Dúvidas sobre cirurgias refrativas

Muito se fala sobre as cirurgias refrativas, principalmente sobre indicações e benefícios… Mas e os contras? E quais são os cuidados pós-operatórios? Você já ouviu falar disso? Provavelmente não… Isso ocorre pois a maioria dos médicos enaltece apenas os lados positivos de uma cirurgia com o objetivo de convencer o paciente a realizar o procedimento cirúrgico. Isso não é uma crítica, afinal eles estão completamente certos… Isso é apenas um fato que ocorre. Cabe a posts como esses tirar as suas dúvidas, e é o que vamos fazer agora quanto ao pós operatório! Fomos até o Rio de Janeiro visitar a Visare Rio (cirurgia refrativa RJ) e tirar algumas dúvidas…

A maioria dos pacientes são cuidadosamente selecionados para a LASIK e outros procedimentos de correção de visão a laser e estão muito felizes com o resultado de sua cirurgia refrativa. Mas todos os pacientes de cirurgia refrativa ainda precisam de exames oftalmológicos de rotina para descartar problemas de saúde ocular como catarata, glaucoma e degeneração macular e ter sua visão monitorada para quaisquer alterações. Não é incomum para a visão de uma pessoa e necessidade de óculos corretivos para mudar, mesmo que tenham feito uma cirurgia refrativa. Optometristas e oftalmologistas em geral estão bem qualificados para fazer esses exames. Os especialistas não são necessários…
Os pacientes com resultados insatisfatórios de cirurgia refrativa não devem aceitar que sua visão é irreparável sem discutir o problema com seu cirurgião e/ou seu oftalmologista regular. Estes pacientes também devem considerar a obtenção de uma segunda opinião de outro cirurgião de refração. Muitas vezes existem múltiplas opções de tratamento disponíveis para melhorar a visão após um resultado de cirurgia refrativa menos do que satisfatório, como uma cirurgia de aumento. No entanto, nenhuma cirurgia adicional é muitas vezes a melhor opção. Mesmo nos casos em que nenhum tratamento bom exista atualmente, um especialista pode informar se a tecnologia futura pode ajudar! Ou seja, não perca a esperança.